Quais são os 10 Mandamentos da Igreja Católica? Significados!

Veja hoje quais são os 10 mandamentos da Igreja Católica, sabendo um pouco mais sobre sua origem e formação, além de alguns dos principais. Veja assim, quais os principais papéis desempenhados por essas noções e como elas foram criadas ao longo do tempo.

Mandamento é literalmente a “ordem” ou o “comando” e, num contexto religioso, é uma ordem divina, um preceito. Esse preceito é dado para orientar os fiéis segundo uma determinada tradição moral e religiosa.

Quais são os 10 mandamentos da Igreja Católica?

Alguns dos 10 mandamentos da Igreja Católica São: amar a Deus sobre todas as coisas e amar ao próximo como a ti mesmo, não tomar o nome de Deus em vão, entre outros..

Por que a Igreja Católica mudou os 10 mandamentos?

Existe uma confusa noção de que a Igreja “adulterou” ou mudou os mandamentos, mas a bem da verdade ela os criou. Não necessariamente a Igreja Romana, pois a Ortodoxa também pode se dizer como criadora, afinal elas eram uma antes do Cisma. Mas na Bíblia em si não há mandamentos em formulas específicas. 

VEJA TAMBÉM:  Grávida pode dormir de barriga para cima? Saiba tudo!

As declarações primitivas dos mandamentos estão expostas no Êxodo e ao longo da patrística doutores da Igreja formularam diversos “resumos” dessas leis. Elas são, na verdade, 19 e estão dispostas em diversos preceitos da chamada Lei Mosaica.

Amar a Deus a todas as coisas

Amar a Deus sobre tudo e ao próximo como a si mesmo é o mandamento de Jesus. Que na verdade são dois mandamentos (dois comandos), resumidos em um pela tradição.

Não tomar seu santo nome em vão

Não tomar o nome de Deus em vão vem da tradição judaica. Onde eram severamente punidos aqueles que exclamassem seu nome “YHWH” sem justa causa.

Guardar domingos e festas

Guardar domingos e festas se refere a tradição judaica de guardar os dias de repouso. A diferença é que para os judeus se guardam os sábados.

Honrar pai e mãe

Honrar os superiores é um dos mandamentos mais mal interpretados. Não se refere a obediência cega, ou conformidade com tudo, mas à honra a “posição” do Rei, do Chefe de Estado, do Pai, etc.

Confira: Quais são os pecados mortais segundo a bíblia.

Não matar

Não matar diz respeito a não atentar contra a vida alheia. Condicionou-se na Igreja e na tradição a “justificação” de mortes em justa causa (legítima defesa, guerras “justas”, etc.).

Não pecar contra a castidade

Engloba respeitar a carne e a ética de modo geral. É um dos mandamentos mais violados na tradição.

Não furtar

Não furtar é não roubar, não retirar do outro o que é dele. É um conceito herdado da tradição judaica.

VEJA TAMBÉM:  Como podemos diferenciar "moral" e "ética"? Saiba tudo!

Não levantar falso testemunho

Não levantar falso testemunho é não faltar com a verdade. Há um debate na tradição, em especial católica, sobre se há casos justificáveis de mentira.

Não desejar a mulher do próximo

Esse é um conceito bastante judaico, dizendo respeito ao adultério. A própria formulação dele “não deseja a mulher em específico”, denota o papel da mulher na sociedade judaica.

Não cobiçar as coisas alheias

Não cobiçar as coisas alheias é uma das expressões de não ter inveja. A mais sútil, sendo que outras são “não cobiçar o que é do outro”, etc.

1 comentário em “Quais são os 10 Mandamentos da Igreja Católica? Significados!”

  1. Bom mesmo é o próprio Senhor Jesus dizer, porque quem será tolo em se opor a Verdade, né! portanto assim disse o Senhor Jesus a quem deseja a salvação: Apocalipse 22.18 Declaro a todos os que ouvem as palavras da profecia deste livro: Se alguém lhe acrescentar algo, Deus lhe acrescentará as pragas descritas neste livro.

    19 Se alguém tirar alguma palavra deste livro de profecia, Deus tirará dele a sua parte na árvore da vida e na cidade santa, que são descritas neste livro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *